Open/Close Menu Baby Sitters | Cuidadores de Idosos | Técnicos de Enfermagem | Clinico Geral | Pediatras e Neonatologistas | Terapeuta | Ocupacional | Farmacêutica | Fisioterapeuta | Nutricionista | Psicóloga | Fonoaudiólogos | Massoterapeutas | Médicos especialistas

O dia 10 de outubro é conhecido mundialmente como Dia Mundial da Saúde Mental. Esse tema, aliás, tem se tornado cada vez mais importante para a nossa sociedade. Com o avanço da tecnologia e a consequente modificação das relações humanas, o equilíbrio das funções mentais passou a ocupar uma posição de centralidade no debate sobre a qualidade de vida.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o conceito de saúde é bem mais abrangente que a simples ausência de doença. Para a OMS, ser saudável é ter é um completo estado de bem-estar físico, mental e social. Nesse contexto, a saúde mental é uma parte integrante e complementar para a manutenção da nossa saúde física e social.

Apesar da evolução nos debates acerca do tema, quando falamos em saúde mental ainda lutamos contra alguns estigmas e preconceitos, fazendo que familiares e pacientes são muitas vezes incompreendidos ou marginalizados.

Para combater esse tipo de ideia, é urgente a necessidade de entendermos que problemas mentais como o transtorno bipolar, tendências depressivas e picos de ansiedade se expressam como um reflexo de fatores internos e externos, surgindo a partir de influência genética, social ou problemas originados na infância ou adolescência.

Medidas que influenciam positivamente a qualidade da saúde mental

Apesar de tratarmos de um problema individual, a saúde mental também depende de aspectos coletivos. Nesse sentido, é importante que a sociedade como um todo trabalhe na construção de medidas que busquem o bem-estar social.

Já sob a perspectiva individual, a adoção de um estilo de vida mais natural e saudável é um dos fatores que mais influencia positivamente para a manutenção da saúde mental.

Além disso, é importante criar espaços para que você consiga relaxar alguns minutos por dia, dar atenção a quem precisa e constantemente adotar novos hábitos ou cultivar hobbies para sair da “mesmice”. Outra dica importante é aprender a controlar a ansiedade e enfrentar os desafios, algo que pode parecer complicado no início, mas que é fundamental para manter uma boa saúde mental.

Fique atento aos vilões

Do outro lado, é importante que a sociedade saiba reconhecer os hábitos que prejudicam a saúde mental. Segundo especialistas, os mais comuns e recorrentes são o excesso de pensamentos negativos, o vício em jogos, álcool e drogas e o uso excessivo da internet.

Se você chegou até aqui já entendeu muito bem a importância da saúde mental para manter uma vida saudável, não é mesmo? Então não custa lembrar: atualmente existem diversas alternativas para garantir a estabilidade emocional e psíquica de quem procura auxílio profissional.

Se você sente que precisa de ajuda, procure atendimento profissional, pois esse é o melhor caminho para recuperar o seu bem-estar. Na Cuidar Home Care, contamos com profissionais qualificados em diversas áreas. Entre em contato conosco e saberemos encaminhar você para a especialidade mais adequada.

 

 

 

Todos os direitos reservados © 2020 - PorAgência Webness